desparasitação externa caes

A saúde do seu animal de estimação é fundamental não apenas para o seu bem-estar, mas também para a saúde da sua família. A desparasitação, tanto interna quanto externa, desempenha um papel crucial na manutenção da saúde dos cães e gatos. Neste artigo, vamos explorar a importância deste processo, como escolher o desparasitante ideal, administrá-lo de forma segura e eficaz, identificar sinais de parasitas e entender os riscos associados às infestações parasitárias para humanos.

A Importância da Desparasitação em Cães e Gatos

Os parasitas podem afetar gravemente a saúde do seu pet, causando tudo desde irritações leves a doenças graves que podem ser fatais. A desparasitação regular ajuda a prevenir a ocorrência dessas infeções e contribui para a saúde geral do seu animal. Ela pode ser dividida em duas categorias: interna e externa.

Desparasitação Interna

Parasitas internos, como lombrigas, ténias e giárdias, residem dentro do corpo do animal, frequentemente no trato gastrointestinal. Se não forem controlados, podem causar perda de peso, diarreia e em casos graves, danos aos órgãos internos. A desparasitação interna deve ser realizada com produtos específicos que combatem esses parasitas.

Desparasitação Externa

Parasitas externos incluem pulgas, carrapatos e ácaros que se alojam na pele e no pelo dos animais. Eles não só causam desconforto e irritação ao seu pet, mas também podem transmitir doenças graves. A desparasitação externa em cães ou gatos é feita através de sprays, coleiras, pipetas e até shampoos especiais.

Como Escolher o Desparasitante Ideal

Escolher o desparasitante correto é essencial para a eficácia do tratamento. Aqui estão algumas dicas:

Consulte um Veterinário: O profissional poderá indicar o produto mais adequado para o tipo e o peso do seu pet, além de considerar qualquer condição de saúde existente.

Verifique a Abrangência do Produto: Alguns desparasitantes são específicos para certos tipos de parasitas. Opte por produtos de amplo espectro que cobrem uma variedade maior de parasitas.

Idade e Peso do Pet: Certifique-se de que o desparasitante é adequado para a idade e o peso do seu animal para evitar subdosagem ou sobredosagem.

Administração Segura e Eficaz do Desparasitante

A administração correta é crucial para garantir que o desparasitante seja eficaz. Siga sempre as instruções do fabricante e do veterinário. Para desparasitantes orais, pode ser necessário misturar o medicamento com a comida. No caso de pipetas e sprays, aplique diretamente na pele, e não no pelo, para garantir que o produto atinja a pele.

Periodicidade de Desparasitação para Cães:

Desparasitação Interna Cães: Geralmente, recomenda-se que a desparasitação interna em cães seja feita a cada três meses. No entanto, em áreas de alta prevalência de parasitas ou para animais que frequentam áreas externas regularmente, pode ser necessário um regime mais frequente, como mensal.

Desparasitação Externa Cães: Para a prevenção de parasitas externos como pulgas e carrapatos, a aplicação mensal é a mais comum. Existem produtos que oferecem proteção por períodos mais longos, como coleiras antiparasitárias que podem durar até 8 meses.

Periodicidade de Desparasitação para Gatos:

Desparasitação Interna Gatos: Assim como nos cães, a desparasitação interna em gatos é frequentemente recomendada a cada três meses, mas gatos que têm acesso ao exterior podem necessitar de tratamento mais frequente.

Desparasitação Externa Gatos: A frequência é similar à dos cães, com tratamentos mensais sendo ideais para prevenir infestações por pulgas e carrapatos.

Sinais de Alerta de Parasitas

Fique atento aos seguintes sinais que podem indicar a presença de parasitas no seu pet:

- Alterações no apetite

- Perda de peso

- Diarreia ou fezes anormais

- Coceira intensa

- Aparência de pelo sem brilho ou com falhas

Melhores Épocas do Ano para Desparasitação

A necessidade de desparasitação pode variar de acordo com as estações do ano, devido às flutuações na atividade dos parasitas:

Primavera e Verão: Estas estações são particularmente críticas para a administração de desparasitantes externos, pois o clima quente e húmido favorece a proliferação de pulgas, carrapatos e mosquitos (que podem transmitir a dirofilariose).

Outono e Inverno: Embora a atividade de parasitas externos possa diminuir em algumas áreas, a desparasitação interna continua sendo importante, especialmente para animais que mantêm um estilo de vida ativo ao ar livre durante todo o ano.

É importante lembrar que os desparasitantes devem ser escolhidos e administrados sob orientação de um veterinário, que poderá oferecer conselhos adaptados ao estilo de vida do seu pet e às condições locais. Manter um calendário de desparasitação ajuda a garantir que seu animal de estimação fique protegido contra parasitas ao longo do ano, contribuindo para a sua saúde e bem-estar.

Riscos para a Saúde Humana

Alguns parasitas podem ser zoonóticos, ou seja, podem ser transmitidos de animais para humanos. Manter seu pet livre de parasitas não só protege sua saúde, mas também a da sua família. Parasitas como a Toxocara podem causar doenças sérias em humanos, especialmente em crianças que têm contato mais próximo com os pets.

A desparasitação regular é uma parte essencial do cuidado preventivo para seu animal de estimação, garantindo não apenas a saúde dele, mas também a de toda a família. Consulte sempre um veterinário para obter conselhos personalizados e atualizados sobre os melhores produtos e práticas de desparasitação.

Manter o seu pet saudável, vai contribui para um ambiente doméstico mais seguro e feliz. Proteja seu pet e sua família seguindo estas orientações simples e eficazes para a desparasitação regular.

Para poder prosseguir com a utilização da nossa loja online necessitamos que aceite os nossos Termos e Condições e a nossa Politica de Cookies.

Produto adicionado a lista de desejos