Os profissionais de saúde animal conhecem perfeitamente as caraterísticas de cada raça e a incidência das várias doenças de acordo com as zonas, de modo a que são as pessoas mais adequadas para o ajudar a planificar a correta imunização do seu animal de estimação, através das vacinas apropriadas.

Os cachorros recebem a primeira imunidade das suas mães, graças aos anticorpos que recebem através do leite materno, no início da amamentação. Estes anticorpos são transmitidos durante as primeiras 24 horas de vida ao mamar e depois desaparecem, de maneira que o cachorro não estará devidamente protegido se a vacinação não começa a tempo. Os cachorros nascem com parasitas transmitidos pela mãe através da placenta e do leite durante a amamentação. Por isso é imprescindível desparasitar os cachorros antes de começar a vacinação.

Os cães da raça Rottweiler, Husky, Dobermann e Golden, e aqueles que têm algo desta raças na sua herança genética, são especialmente vulneráveis ao Parvovírus, por isso deve-lhes ser administrada a primeira dose desta vacina antes dos 45 dias.

Plano de vacinação para cães

  • Aos 45 dias de vida: primeira dose da vacina contra o Parvovírus.
  • Às 9 semanas de idade: a segunda vacina que será para proteção contra Cinomose canina, Adenovírus tipo 2, Hepatite infeciosa C e Leptospirose. E a segunda dose da vacina contra o Parvovírus. A vacina contra o Coronavírus é opcional.
  • Às 12 semanas de vida: repete-se uma dose da vacina anterior e a terceira de Parvovírus.
  • A partir dos 4 meses de idade: a vacina contra a Raiva.
  • Repetir anualmente a vacina pentavalente (Parvovirus/ Cinomose/ Hepatite / Parainfluenza / Leptospirose) e Raiva.

Também é muito importante desparasitar internamente os cachorros com cada vacina porque, ao eliminar os parasitas, garante-se o perfeito estado das defesas e ajuda a vacina a produzir um ótimo efeito imunizante. Após terminar o plano de vacinação, deve-se desparasitar internamente os cachorros, periodicamente, cada 3/4 meses e antes de cada revacinação.