Alimentar, para além de um dever, é uma demonstração de afeto”, sendo uma das interações mais gratificantes que temos com os nossos animais de estimação. O ditado “Somos o que comemos”, também se aplica aos animais, daí a crescente preocupação na escolha da dieta que melhor se adapta ao nosso cão e que ajude a prevenir ou tratar algumas doenças.

É fundamental fazer uma seleção rigorosa da dieta comercial que mais se adequa a cada cão ou selecionar cuidadosamente os alimentos, caso opte por uma dieta caseira (com a supervisão de médicos veterinários), para garantir um equilíbrio saudável das refeições preparadas em casa.

Atualmente, a comida para cão industrial está dividida em dois tipos: secas e húmidas.

As rações secas ou o alimento seco para cães apresentam uma ampla variedade de sabor, textura, tamanho do croquete e diferentes especificidades como, por exemplo, existe desde comida própria para cachorros em desmame até ração para cães diabéticos. A dieta seca é sem dúvida a mais prática.

Os alimentos húmidos, latas e saquetas, são uma boa fonte de hidratação para animais que bebem pouca água. No entanto, o consumo excessivo constitui um risco para a obesidade.

A melhor ração para cães deve sempre conter proteínas, glúcidos, lípidos, minerais e vitaminas. Para obter uma alimentação equilibrada para o seu cão, é necessário jogar com a complementaridade dos ingredientes, e a proporção relativa de cada um destes elementos é determinada por diversos fatores, tais como a idade, o tamanho do cão, o estado fisiológico e o grau de atividade física. Os problemas de saúde constituem uma importante limitação à escolha da ração, que se deverá restringir a alimentos formulados especialmente para as exigências específicas da doença (por exemplo, animais com intolerância ou alergia alimentar, diabetes, doença renal, entre outras).

Alimentos Potencialmente Tóxicos para cães:

  • Café e chá;

  • Chocolate;

  • Bebidas alcoólicas;

  • Alho;

  • Cebola;

  • Uvas e passas de uvas;

  • Sementes de fruta;

  • Sal (em excesso);

  • Abacate;

  • Nozes de macadâmia;

  • Massa de pão e bolos crua;

  • Xilitol.

A melhor alimentação para cachorro

Durante o período de desmame, ainda junto da sua mãe, os cachorros começam a receber um alimento específico para o efeito, que é misturado com leite de substituição. A transição é feita progressivamente da 4ª à 7ª semana, altura em que os cachorros começam a ser alimentados com uma dieta de crescimento.

As necessidades dietéticas dos cachorros diferem das dos animais adultos. Eles têm, sobretudo, necessidades distintas de cálcio e fósforo, importantes para o crescimento e desenvolvimento ósseo e usualmente têm a necessidade calórica superior - gastam mais energia!

O teor protéico da dieta assume especial importância no processo de crescimento e desenvolvimento muscular e na manutenção de uma pele e pelagem saudáveis.

Os suplementos vitamínicos, e os ácidos gordos ómega 3 das dietas próprias para esta fase da vida, ajudam a fortalecer as defesas naturais, já que os cachorros apresentam grande vulnerabilidade imunitária, e contribuem para um desenvolvimento neuro-sensorial adequado.

A formulação dos alimentos para cachorro tem em consideração o tamanho, forma e dureza do croquete, que é adaptado ao tamanho do animal e à dentição de leite.

As rotinas e hábitos são uma importante fonte de equilíbrio emocional para cães, por isso é importante respeitar algumas regras. Mantenha a hora e o local de refeição, o mesmo tipo de alimento, servido no mesmo comedouro. Em casas com diversos animais, cada um deve ter a sua própria taça de comida, para evitar inibições ou conflitos.

O número de refeições varia em função da fase de desenvolvimento do cão. Após o desmame e durante adoção recomenda-se a administração de quatro refeições diárias, que deverão ser gradualmente reduzidas para três até aos 6-9 meses, dependendo do caso particular, e a partir daí, para duas refeições diárias. Tente implementar um horário constante para alimentar o seu cão, que poderá coincidir com as principais refeições da família, por exemplo, pequeno almoço e jantar.

A quantidade a fornecer deve ser determinada pelas recomendações do fabricante e posteriormente adaptada, de acordo com a avaliação das curvas de crescimento. Na embalagem, o registo da quantidade é feito para a dose diária, pelo que esta deverá ser dividida pelo número de refeições por dia.

A água é um nutriente essencial que facilita a digestão e a absorção de nutrientes e ajuda a regular a temperatura corporal. Certifique-se de que o seu cachorro dispõe sempre de água potável, fresca e limpa. A taça da água deve permanecer num local fresco e sossegado e de fácil acessibilidade.

Muitos pensam que é benéfico para o cão mudar a dieta frequentemente «para variar». Na realidade, não se recomendam alterações frequentes na alimentação, já que predispõem a perturbações da funcionalidade intestinal, pois a cada alteração alimentar corresponde uma adaptação da flora intestinal ao novo substrato.

A melhor alimentação para cão adulto

Completando o crescimento, aconselha-se a transição para um alimento de «manutenção» destinado a cães adultos. A extensão do alimento para cachorros à idade adulta constitui um fator de risco para a obesidade.

NOTA: Qualquer transição de alimentação deverá ser feita gradualmente e ao longo de uma semana para que o animal se adapte à nova alimentação, sem que sofra alterações gastrointestinais ou que rejeite o alimento.

As melhores rações para cães são as que mantém a boa forma física e condições ótimas de saúde. Tal como nos cachorros, esta também deve ser selecionada de acordo com a raça, nível de atividade física e especificidades individuais de cada cão.

Os cães, após a castração, apresentam uma predisposição particular para um aumento de peso corporal. A diminuição das concentrações circulantes de testosterona nos machos e progesterona e estrogénios nas fêmeas, promove uma alteração do metabolismo, que vem acompanhada por um aumento do apetite e uma diminuição das necessidades energéticas de manutenção.

Recomenda-se um controlo mensal da variação de peso nos 6 meses posteriores à cirurgia e a partir daí um controlo semestral.

As melhores rações para cães portugal disponibilizam dietas elaboradas para cães esterilizados ou sedentários, que ajudam a fazer um controlo adequado do peso. Adicionalmente estes cães devem fazer exercício físico regular e adaptado às suas características individuais, já que a atividade física ajuda a queimar calorias.

Existe ainda uma grande variedade de dietas que respondem a outras exigências específicas de alguns animais, como é o caso de animais com fragilidade digestiva ou predisposição para problemas dermatológicos. O caso de animais com «pele sensível» é bastante frequente, sobretudo em raças como o Labrador, Golden Retriever ou o Pastor Alemão. Para estes animais pode usar-se uma ração com base de salmão ou com suplementos de ácidos gordos ómega 3, já que estes contribuem para o controlo de processos inflamatórios cutâneos, para o restabelecimento da barreira cutânea e aceleram o crescimento do pelo.

A melhor alimentação para o cão idoso

A evolução da medicina veterinária tem permitido aumentar a esperança média de vida dos animais de companhia, o que justifica um interesse sobre o papel da alimentação na longevidade dos nossos animais.

O envelhecimento é um processo natural e irreversível que se faz acompanhar de alterações específicas no organismo dos animais. A escolha da ração para o cão sénior deve ter em conta a deterioração da função digestiva, a predisposição para o excesso de peso, o risco de desenvolvimento de artroses e a presença de doenças crónicas.

Obviamente, erros alimentares em qualquer idade podem acelerar o processo normal de envelhecimento, contudo as dietas para cães «sénior» devem privilegiar:

  • Manutenção da massa muscular

  • Nível calórico adequado

  • Elevada digestibilidade e teor de fibra adequado, para prevenir a obstipação

  • Enriquecida em vitaminas e minerais

  • Textura adequada à dentição fragilizada do cão idoso

  • Preservação das capacidades cognitivas

Exemplo das melhores marcas de ração para cães:

...entre outras marcas. Fale connosco sobre as suas dúvidas (pelo facebook ou no chat na nossa loja) e estamos prontos para ajudar!

www.telecao.pt