Um animal de estimação faz parte da família e acompanha-nos para onde quer que vamos. Se tem esse privilégio, sabe que qualquer passo tem que ser planeado a contar com ele. 

Considerado como o melhor amigo do homem, os cães são de uma companhia incomparável e um amor incondicional. Além de fiéis, são extremamente inteligentes e vivem para agradar os seus donos. No entanto, são também bastante dependentes, sensíveis e suscetíveis a mudanças. 

Assim, se planeia mudar de casa, confira connosco alguns pontos a ter em conta para que este processo decorra da melhor forma possível, para si e para o seu amigo de quatro patas.

Regras da casa

Ter regras em casa é essencial na educação do seu cão.  Se chegou a hora da mudança, torna-se fundamental que as mantenha e até crie novas, consoante o local para onde vai. 

Caso a opção passe pela compra, o processo torna-se mais fácil pois pode adaptar-se ao seu próprio espaço. No entanto, no caso de optar por uma casa arrendada, deve desde logo contactar o proprietário através da plataforma online para evitar surpresas. Pode assim confirmar se existem condicionantes neste sentido, sem esquecer a necessidade de educar o seu cão para evitar potenciais estragos. 

Relembramos que deve sempre fazê-lo de uma forma calma e paciente, visto que ele pode estar mais ansioso pela mudança, bem como para reconhecer o novo espaço, ou até estar apenas a chamar mais a atenção.

Organização

Uma mudança de casa exige sempre organização, especialmente se o fizer com o seu animal de estimação. Para que este processo decorra de uma forma suave para si e para o seu patudo, tente ter o dia o mais planeado possível.

Se puder, deixe o seu cão com alguém de confiança aquando da mudança. Desta forma, evita que ele fique mais ansioso com todo o movimento, e ajuda-o a fazer tudo com mais calma e sem preocupações acrescidas. Se não tiver essa possibilidade, mantenha-o fechado numa divisão com os seus brinquedos e distrações. Assim, poderá apresentar o novo espaço mais tarde, com menos pessoas e menos confusão.

Os cães são animais de hábitos, por isso deve tentar manter a rotina no período que antecede e após a mudança. Principalmente na nova casa, mesmo que tenha que fazer algumas adaptações, deve tentar conservar o maior numero de práticas anteriores possível.

Quando já estiverem na nova casa, desembale os pertences do seu cão primeiro. Espalhe pela casa os vários brinquedos e mantas que o mesmo possa ter e não os lave. Desta forma, ajuda-o a ambientar-se de uma forma mais tranquila e até divertida.

Segurança

Antes de completar a mudança, é importante que pesquise na zona os veterinários disponíveis. Pode assim registar logo o seu cão, estando preparado para qualquer incidente que possa ocorrer. Além disso, dependendo do local, podem ser necessárias novas vacinas ou medicamentos preventivos, por isso convém estar completamente informado antes de se instalar.

Outro fator a considerar é a atualização do microchip, ou colocar um, caso ainda não possua. Estando num novo ambiente, o cão pode ficar mais confuso e perder-se ou até fugir, pelo que é sempre importante estar devidamente identificado.

Uma mudança de casa exige sempre considerável logística. Principalmente com um cão, pode tornar-se um processo stressante para todos. No entanto, com alguma organização, consegue tornar este processo mais tranquilo e sem percalços de maior.

O importante é lembrar-se que os cães são animais sensíveis e que vão corresponder às suas emoções. Desta forma, o essencial é manter-se calmo, mostrando segurança e agir sempre de forma tranquila, para que ele se sinta seguro e feliz na sua nova casa.

Produto adicionado à lista de desejos

Para poder prosseguir com a utilização da nossa loja online necessitamos que aceite os nossos Termos e Condições e a nossa Politica de Cookies.